Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2007

Ele e ela

Estava um dia de sol e o frio era intenso na sombra. Via-se que a diversão pairava no ar, ou não estavamos no ultimo dia de aulas de mais um período. Para ela, era um dia especial! Ia participar num torneio desportivo. Tinha treinado duas vezes por semana e sabia que tinha condições para ficar pelo menos no terceiro lugar do podio. Era esse o seu objectivo.

Nesse dia, ela estava nervosa. Não sabia que desafios haviam de surgir à sua frente e estava com medo de não conseguir ultrapassa-los. Contudo tinha o apoio dos seus amigos e de um rapaz especial.

Enquanto esperava  pela hora do seu jogo ela esteve com ele. Falaram.... mas era notorio o seu nervosismo.

Num banco ela sentou-se ao lado dele e sem querer chamar atenções alheias disputava a sua atenção com uma colega. Ambos se riram, ambos falavam.

Quando chegou a hora do primeiro jogo ela entrou dentro de campo e tentou fazer o que lhe competia. Sabia que tinha apoio dos amigos e a responsabilidade de fazer o que sabia. Ganhou.... Um passo estava dado... com outra vitoria e estava nas meias-finais.

neste novo compasso de espera, ela foi ter com ele. Sentou-se ao seu colo por breves momentos e falaram sempre com os amigos por perto.

No jogo que se seguiu ganhou, mas o nervosismo ainda pairava em si. Estava entre as quatro melhores equipas da modalidade e o seu objectivo quase a concretizar-se.

Entretanto, ele anunciou que se ia embora. Ela ficou triste mas compreendeu.

Como os jogos que se seguiam era da parte da tarde, ela decidiu repor forças e foi almoçar. O seu objectivo e ele não lhe saiam da cabeça.

Quando chegou ao pavilhão ela viu-o e ele comunicou-lhe que tinha perdido o autocarro e ia ficar a ver os jogos que se seguiam.

Até há hora do terceiro jogo estiveram juntos e ela sentiu-se bem ao pé dele.

Mais um jogo que foi ganho e ia disputar o primeiro e o segundo lugar. Contudo os nervos apoderaram-se de si e a exibiçao não foi das melhores. Mas ele continuava la.... no seu proprio mundo mas com atenção ao que se passava ao seu redor.

Apenas duas horas a seguir era a final. Durante este tempo as colegas de equipa da rapariga mandavam bocas por eles estarem tao juntos. Ele não ouvira ou simplesmente não quisera ouvir.

Subitamente, afastaram-se. Sem motivos aparentes afastaram-se. Ela ficou destroçada, contudo ganhou forças e na hora do jogo estava imune ao que lhe acontecera inesplicavelmente.

À medida que o jogo avançara a rapariga olhou para a porta do pavilhao e viu-o. Estava encostado à parede com atenção ao jogo dela. Ganharam... estavamos perante uma equipa campeã.

Ela saiu triste com o que se estava a passar mas feliz por ter cumprido o seu objectivo. no entato era notorio que ela não se encontrava bem. Via-o constantemente, mas preferia não trocar olhares. Ele seguiu-a várias vezes com o olhar sem dirigir uma unica palavra a ninguem.

De repente ele foi-se embora. Ela recebeu o premio, mas o rapaz não se encontrava la.

 

E foi assim que acabou esta historia. Gostava que quem lesse deixasse a sua opinião e acima de tudo decifrasse estas atitudes do tal rapaz.

 

bjx pa todos

publicado por tania às 18:20
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 2 de Dezembro de 2007

Para ele

Desculpa! Não vejo outra forma mais indicada de começar se não pedir-te desculpas.

Desculpa pelas minhas atitudes,  por ter agido sem pensar e pelo que disse e não era o que sentia. Talvez te tenha magoado ou simplesmente desiludido, embora não fosse essa a minha opinião. 

Acredita que pior do que me sinto agora é quase impossivel. Perdi uma das pessoas que mais amo na vida. A culpa? Meramente minha, tenho essa  noção.

Hoje, custa ver que tudo mudou mas que acima de tudo ainda te adoro. O que eu mais quero é que tudo se torne o mais semelhante possivel ao passado.

És capaz de me dar uma segunda oportunidade? Adoro-te demais!

tags:
publicado por tania às 18:46
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Aventura

. E se tudo fosse diferente...

. Por favor não me mintas

. Myth - Se ao sonhar

. Quantas vezes

. Palavras soltas

. Frases

. Saber perdoar

. Momento de inspiração

. Ai se ele cai - Xutos e P...

.arquivos

. Julho 2011

. Novembro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds